Tem 70 anos e parece ter 40. Diz que o seu segredo é não comer açucar!

(Última atualização em 10 Setembro, 2020)

Muitas pessoas pensam que o açúcar só é um problema por engordar mas ele trás outras consequencias como o envelhecimento e aumenta a probabilidade de ocorrerem certos cancers. Escolher o melhor açúcar é difícil e é ainda mais difícil viver ser ele. Mas foi isso que esta senhora escolheu fazer. 

A moça da foto acima é Carolyn Hartz e ela tem surpreendentes 70 anos. Mesmo uma mulher com inúmeras plásticas não conseguiria, nesta idade, um visual tão jovial e brilhante como a de Carolyn: uma aparência que moças mais jovens nem sonham mais alcançar. Quer saber o segredo? O principal deles é cortar o açúcar:
– Cortei o açúcar há 28 anos, o que era difícil porque eu era amante do açúcar. Agora cozinho meus próprios doces e sobremesas com ingredientes perfeitamente doces e nutritivos, sem açúcar, como farinha de amêndoa e coco em vez de farinha, contou Carolyn.

Antes da mudança alimentar, Carolyn dizia ser viciada em açúcar. Hoje ela utiliza outras alternativas para adoçar seus pratos. Recentemente ela falou com FEMALE sobre seus principais segredos de beleza e saúde para mulheres de todas as idades. Outro segredo de Carolyn é saborear cada mordida da refeição, comendo devagar e com calma. Assim, segundo ela, você come menos e com mais prazer.

– Eu acredito que é muito importante estar ciente do tipo de comida que você come e da quantidade de alimentos que você come. Ser consciente quando estiver comendo é um fator enorme. Comer sem pensar pode levar a um aumento de peso desnecessário. Eu digo aos meus clientes “gosto e aproveite cada mordida”

Mas, para ter esta aparência bacana aos 70 anos, além de cortar o açúcar, também é importante manter a paz de espírito:

– Eu sou uma otimista, mesmo quando tenho desafios lançados a mim, aprendi a ficar positiva. Eu me treinei para lembrar que a metade do copo está sempre meio cheio. Você pode rir disso, mas eu gostaria que os apresentadores do tempo dissessem um dia parcialmente ensolarado, ao invés de um dia parcialmente nublado. Eu acho que isso tornaria os espectadores muito mais felizes. E quando se trata de alimentos, o açúcar é certamente um problema.

Já a rotina de exercícios de senhora Hartz é muito mais leve e tranquila do que a gente poderia imaginar

– Pratico gratidão por cinco minutos todas as manhãs como parte da minha meditação. É a mais maravilhosa prática edificante. Eu ando com meu cachorro no parque 30 minutos por dia. Esta é uma das melhores coisas que eu faço o dia todo, ele adora e eu também adoro. Eu também tento fazer yoga três vezes por semana, disse ela.

Carolyn deixa uma mensagem final:

– Seja feliz pelos sucessos de seus amigos, aproveite-os juntos. Nunca seja ciumento ou ressentido, ambas são emoções desperdiçadas e só prejudicam seu bem-estar. Atitude é o seu bem mais importante. A vida não é perfeita, aceite isso e agarre-a com as duas mãos. Não existe falha, erro é apenas um passo para o sucesso. Na verdade, eu não uso a palavra falha, eu prefiro “revés”. Não tem um tom negativo. Mais importante, treine-se para ver o copo meio cheio. O dia é parcialmente ensolarado e não parcialmente nublado!

Alternativas ao açúcar

Apesar de ser agradável ao paladar, o açúcar branco e refinado não carrega quantidades significativas de nutrientes e ainda recebe aditivos químicos no seu processo de industrialização. O resultado? Isso faz dele um alimento nocivo ao funcionamento do organismo. Tanto é que segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia (EUA) o açúcar é tão perigoso quanto o álcool e o cigarro, e seu consumo também deveria ser controlado.

Stevia

stevia

Os adoçantes feitos à base de stévia são extraídos da folha da Stevia rebaudiana, uma planta de origem sulamericana. Essa opção figura entre as mais saudáveis, já que é de origem natural e não causa qualquer alteração na glicemia. “Ela adoça cerca de 300 vezes mais que o açúcar sem adicionar calorias à dieta”, explica a nutricionista Bruna Pinheiro, do programa de emagrecimento Dieta e Saúde, que recomenda o uso em sucos, sorvetes, chás e pratos cozidos ou assados.

Açúcar mascavo

açucar mascavo

Para quem não tem diabetes, o açúcar branco pode ser substituído pelo açúcar mascavo. “Esse alimento é obtido das primeiras extrações da cana, por isso possui menos calorias e mais minerais – como cálcio, magnésio, potássio e fósforo – que o açúcar branco” explica Bruna.

Ele pode ser utilizado da mesma maneira que o açúcar branco, mas vale ressaltar que ele contém calorias e por isso deve ser usado com moderação.

A compra desse alimento também merece atenção, já que pode ser feita a granel, em que o produto fica exposto. Nesse caso o risco de contaminação é maior. Prefira comprar o produto embalado e confira os dados de lote e prazo de validade.

Açúcar demerara

açúcar demerara

Também chamado de cristal dourado, o açúcar demerara é levemente refinado, ficando entre o açúcar mascavo e o refinado. “A principal vantagem é que ele não recebe aditivos químicos”, explica Thaís. Seus grãos são maiores e um pouco mais difíceis de diluir. Uma sugestão é triturá-lo no liquidificador antes de consumir. Seu valor nutricional é semelhante ao do açúcar mascavo.

Mel

mel

Constituído por frutose e glicose, ele é fonte de carboidratos, vitaminas do complexo B e minerais. Também é conhecido pelas suas ações antifúngica e bactericida. Mas possui elevado valor calórico, portanto não deve ser consumido em grande quantidade. “Quando é aquecido, o mel pode sofrer uma perda significativa dos nutrientes. Por isso, prefira consumi-lo sem cozinhar”, explica a nutricionista Thais.

Sucralose

“A sucralose é elaborada a partir da modificação da molécula do açúcar. Apesar de não conter nutrientes, ela não tem os efeitos nocivos do açúcar, já que não altera a taxa glicêmica” explica a nutricionista da rede Mundo Verde. Os adoçantes de mesa feitos à base de sucralose possuem poder adoçante 600 vezes maior que o açúcar, têm sabor agradável e podem ser utilizados em preparações quentes e frias.

Qual o melhor açúcar?

Regra geral, quanto mais escuro é o açúcar, mais vitaminas e sais minerais ele possui e mais perto está do seu estado bruto. Já a cor branca significa que o açúcar recebeu aditivos químicos no último processo da fabricação, que foi o refinamento.

A stévia não é propriamente um açúcar mas é uma planta natural com alto poder para adoçar e portanto é a nossa melhor escolha.

Como tudo na vida, deve ser consumida com moderação. Nalguns casos, quanod consumida em excesso pode provocar diarreia.