As baratas biobot que um dia podem salvar vidas


Os cientistas da universidade da Carolina do Norte estão a treinar um enxame de heróis inesperados. Estes colocaram microfones e sensores num pequeno chip que agora esta a ser usado pelas pequenas baratas de Madagáscar. Este chip instalado na barata ajuda no controlo do movimento da mesma, e esta tecnologia será a primeira linha de resgate em casos de desastres onde pessoas possam ser localizados nos escombros, veja então aqui o vídeo e partilhe para que um dia nem todos nos sejamos repugnados para este insecto cheio de potencial.