Última Hora: Sequestradores de avião líbio libertaram finalmente libertaram 111 passageiros!


Os dois responsáveis pelo sequestro de um avião líbio desviado para Malta aceitam deixar sair 111 passageiros.

Foi sequestrado durante o voo um avião líbio com 118 pessoas a bordo e foi desviado para o aeroporto de La Valetta, situado em Malta.

Ao que tudo indica o piloto do avião líbio tentou aterrar na Líbia mas o sequestrador (ainda não havendo informação sobre o número) não o permitiu, obrigando o piloto a desviar a rota do avião. O responsável da segurança líbia afirma que“O piloto informou a torre de controlo em Trípoli que estavam a ser sequestrados e depois perdeu-se a comunicação”  e que por algum motivo  “O piloto tentou chegar ao destino, mas eles recusaram”.

Imagem que nos mostra que às 12:51, hora portuguesa, o primeiro-ministro de Malta

Após o piloto ter sido ameaçado e obrigado a desviar a rota do avião, conseguiu aterrar sem problemas em La Valetta às 11h e 30min. A segurança de La Valetta já se encontrava informada, visto que se movimentaram para o local.

 A Reuters refere que o avião seguiu primeiro para Malta, depois voltou para trás rumo a Trípoli, e acabou por voar outra vez para Malta.

Como referido anteriormente não certezas sobre o número de sequestradores a bordaõ, pelo que a maioria das fontes afirma serem 2 mas a Reuters aborda apenas 1 sequestrador, mencionando ter uma granada.

Joseph Muscat anunciou posteriormente no Twitter que possivelmente foi desviado um voo contendo 111 passageiros e uma tripulação de 7 pessoas, entre eles estavam 82 homens, 28 mulheres e uma criança.

 

O sequestrador diz-se pró-Khadafi, o antigo líder líbio que faleceu em 2011, ameaçando as pessoas com uma granada de mão, segundo o jornal Times of Malta. Mostra-se disposto a deixar sair os passageiros, mas não a tripulação, não sendo ainda conhecidas as suas exigências.