Talvez Deus nos faça esperar porque ele quer que aprendamos que não há cronograma para nada na vida!


Neste momento, talvez não esteja onde queria estar, quer tenha 20, 30 ou 40 anos, mas pode ser assim porque Deus assim o quer, para lhe ensinar que você não deve viver segundo o que a sociedade espera de si, ou o que os seus pais esperam de si ou até mesmo o você queria para si próprio. Talvez a lição a retirar é a de deixar todas as expectativas, deixar todos os prazos e deixar ir a ideia de que numa certa idade, tem que ser mais realizado do que os outros ou que de ter tudo resolvido na vida.

Talvez ainda esteja solteiro porque Deus está a tentar mostrar outro tipo de amor, o tipo de amor que dá aos seus amigos, à sua família, ao seu trabalho e a si mesmo. Talvez ele queira que aprenda a viver sem a constante confiança e aceitação que um parceiro dê e talvez Deus saiba que a sua jornada está cheia de viagens, auto-exploração e movimento, e que ficar “amarrado” a alguém não é o mais adequado. Talvez ele esteja a ensinar a “andar antes de correr”.

Talvez ele esteja a ensinar as mesmas lições uma e outra vez, porque ele quer que aprenda a arte de tentar, a arte de não desistir, a arte de aprender a viver com decepções e como viver com retrocessos porque eles vão estar sempre presentes.

Talvez Deus esteja a ensinar que não devemos levar a vida muito a sério. Talvez a lição seja aproveitar a vida como ela é, em vez de colocar prazos, cronogramas e datas de validade. Talvez a vida seja apenas eterna e intemporal e nós temos que aceitar isso.

[adinserter block=”8″]

Talvez esperar seja apenas mais uma palavra para deixar ir. Como se Deus estivesse a dar um sinal para deixar ir sem se preocupar com o que vai acontecer, porque Ele vai recompensá-lo com algo melhor.

Talvez ele não queira que fique tão obcecado com o tempo e em como os outros o vêem, talvez ele queira que se liberte de todas essas ilusões e fantasias que tem para si e aprenda a viver pacificamente na realidade.

Ou talvez ele o faça esperar, porque quanto mais você espera, mais você vai apreciar o que vai conseguir. Quanto mais espera, mais tempo vai manter o que ele lhe der. Talvez ele não queira que seja uma pessoa ingrata, ele quer que valorize os dons que recebeu e ele quer enviá-los para si quando souber que está pronto para cuidar bem deles.

Talvez Deus queira que você perceba que todos esses cronogramas foram feitos pelo por pessoas com pensamentos e idéias fixas, por pessoas com circunstâncias diferentes, por pessoas que nunca o viram e pessoas que levaram vidas diferentes. Talvez Deus só queira que você entenda que todos esses prazos não o representam porque eles não foram feitos para você.

Talvez Deus só queira que você entenda que sua vida nunca será perfeita e nunca será como plano que tinha e você só tem que tentar amá-lo e amá-lo, independentemente.

Talvez ele esteja a ensinar a esperar, porque ele quer que saiba que nem sempre pode controlar a sua vida, não importa o quão duro tente, porque esse é seu trabalho, não o seu.