Pesava mais de 470kg e perdeu 80% do seu peso, vê como está agora!!!


Mayra Rosales com apenas 28 anos já era considerada era morbidamente obesa, pesava cerca de 470kg. A mulher que vive no Texas, EUA perdeu cerca de 80% do seu peso. Foi apelidada como “a mulher mais gorda do mundo”, Mayra esteve vários anos confinada a uma cama.
A mulher não saía da cama para nada, não andava, necessitava todos os dias da ajuda de pessoas para tomar banho (banho dado na cama), para se alimentar, inclusive necessitava do auxilio de uma máquina para conseguir respirar.

Como se encontrava confinada ao leito, começou a ganhar feridas pelo corpo todo. No ano de 2008 Marya foi manchete de vários jornais e revistas por ter confessado que esmagou um sobrinho de apenas 2 anos de idade, a mulher foi então considerada de “a assassina de meia-tonelada”. Acabou por ser julgada em tribunal, mas teve de ser transportada por uma grua e um buraco teve de ser aberto na parede de sua casa para que ela pudesse passar. No entanto após finalizadas todas as investigações relacionadas com o caso, conclui-se que Marya tinha apenas defendido a irmã, que supostamente agrediu o filho até à morte, encontrando-se agora a cumprir 18 anos de prisão.

A mulher foi então ilibada em 2011 e foi aí que decidiu mudar a sua vida radicalmente! Determinada em perder peso, submeteu-se a várias cirurgias, colocou uma banda gástrica, mudou o estilo de vida e passou a ter cuidados na alimentação e a praticar desporto.

Ao fim de 4 anos Marya está completamente diferente, perdeu mais de 360kg e hoje pesa pouco mais que 90kg. Posteriormente teve que fazer cirurgias para a remoção de pele que tinha a mais. Agora nas redes sociais posta fotos e dá conselhos de saúde, alimentação e exercício.

A more traditional "Where's the panda?"

A more traditional "Where's the panda?"

A more traditional "Where's the panda?"

A more traditional "Where's the panda?"

A more traditional "Where's the panda?"

A more traditional "Where's the panda?"

A more traditional "Where's the panda?"

A more traditional "Where's the panda?"