O filho morreu de cancro e o pai dedicou-lhe um videojogo


Tinha 12 meses quando lhe foi diagnosticado cancro. Depois de ter vencido 10 tumores, sucumbiu. Joel Green pode ter partido, mas o seu pai imortalizou a sua vida e a sua batalha. Num videojogo, que sairá ainda este ano.

A HISTÓRIA DE JOEL EM FILME
Ainda com Joel vivo, na Primavera de 2013, Malika Zouhali-Worral e David Osit dirigiram-se à casa dos Green no Colorado. Queriam realizar um filme sobre a criança e o projeto de Ryan. Chamaram-lhe “Thank You For Playing”, um documentário que se cruza em verso com o jogo de Ryan e conta outra perspetiva da história de Joel.