Nem no Maio de 68 se viu tamanha manifestação


Se o objectivo era incutir o medo, como sucedeu num país belicista e que cultiva politicamente esse mesmo receio para fins cinzentos, que é o que sucede nos EUA, a França saiu à rua em peso, fazendo jus ao seu moto Liberdade, Igualdade, Fraternidade, porque o terrorismo não tem cor ou credo, ao contrário do que alguns doutos teimam em apregoar.
http://media.rtl.fr/cache/eE9zn4_V_v9rmjtDHiqSSg/795x530-2/online/image/2015/0111/7776175160_place-de-la-republique-a-paris-le-11-janvier.jpg
Foto: Kenzo Tribouillard/AFP

Os números em Paris excederam todas as expectativas e estimam-se em bem mais de um milhão o número de pessoas que saiu à rua.

A situação replicou-se por toda a França e não só. Aqui imagens de Lyon.

Em Bordéus não foi diferente.

Esta marcha pela paz e contra o terrorismo entrará para a história.