Como Mulher MORREU CONGELADA em 1980, e depois foi RESSUSCITADA !


No dia 20 de dezembro de 1980 aconteceu algo estranho em Minnesota, nos Estados Unidos.

E ainda  hoje, os médicos não sabem esplicar o que aconteceu a Jean Hilliard.

Em 1980, Jean tinha 19 anos.

Ela estava a regressar a casa, numa noite de inverno. Nessa noite nevou muito!

A temperatura era de -22°C e a neve acumulou na estrada.

Pelo caminho , o seu carro avariou .

Em 1980, os telemóveis ainda não existiam.

Ela pensou passar a noite dentro do carro, mas ficou com medo de morrer congelada no veículo.

Ela recordou-se que estava perto da casa de um  amigo.

Jean saiu do carro para  enfrentar a neve, o gelo e a temperatura negativa.

A casa do amigo não era assim tão perto.

As suas pernas  começaram a ficar rígidas de tão frias.

Após um percurso que parecia interminável, Jean ela conseguiu chegar à casa do amigo.

Ela estava cansada e quase inconsciente.

Jean entrou no quintal do amigo, mas não conseguiu chegar à porta de entrada…ela caiu inconsciente.

Era 1h da manhã.

Durante 6 horas Jean ficou deitada na neve, a congelar…

Na manhã seguinte, seu corpo foi encontrado duro como gelo pelo amigo Wally Nelson,

Ele chamou de imediato uma ambulância.

Ele disse : “Eu pensei que ela estava morta”, disse ele. “O rosto dela parecia com o de um fantasma”.

A ambulância Wally colocou o corpo congelado da amiga dentro de seu carro, e apesar de ela aparentar estar morta, correu para o hospital.

O corpo dela estava duro.

Os médicos não conseguiram medir a temperatura. Eles pensaram que ela estava morta.

Mesmo assim, embrulharam-na  em cobertores elétricos e edredons.

Os pais esperaram ansiosos ao lado de sua cama, na expectativa que houvesse um sinal de vida…e chamavam pelo seu nome.

Os médicos alertaram os pais que mesmo que ela vivesse, os seus braços e pernas teriam que ser amputados e que ficaria com graves sequelas.

Quando já quase não havia mais esperança, ela mexeu-se.

Abriu os olhos e pediu  água. Inacreditável!

Três dias depois, ela  conseguia  mexer as pernas.

Jean ficou 6 dias internadas nos cuidados intensivos. E   seis semanas depois, saiu do hospital  em perfeito estado de saúde.

Os médicos e a família presenciaram algo próximo de um milagre.

Este é um dos casos que a medicina simplesmente não sabe como explicar.

Esta é uma história de uma jovem, que se tornou uma mulher e que atualmente é dona de uma loja de vestidos de noiva!

PARTILHE com outros a extraordinária história de Jean:)