A modelo de Playboy que tirou uma foto a uma mulher despida no ginásio para pôr no Snapchat pede para evitar o tempo da cadeia!


(Última atualização em: 17 Fevereiro, 2017)

[adinserter block=”8″]
O flagrante abuso de Snapchat atingiu uma nova baixa quando a modelo Playboy Dani Mathers (nomeada Playmate Of The Year 2015) postou uma foto de uma mulher nua no balneário do ginásio sub-titulada “If I can’t unsee this then you can’t either”.

Agora, Mathers enfrenta até seis meses de prisão por invasão de privacidade.

Ela teria pedido para evitar o tempo de prisão.

De acordo com “Daily News”, o advogado de Mathers, chamado Tom Mesereau solicitou que o juiz colocasse a modelo num programa de adiamento em vez de encarceramento. Mencionou que ela iria para aconselhamento, depois iniciava um curso anti-bullying e ia passar a visitar as escolas para discutir os danos do bullying.

A acusação, no entanto, não se impressiona com esta alternativa.

O advogado da cidade de L.A., que processou o caso, pediu ao juiz para negar o pedido de Mesereau, acrescentando que Mathers ainda não pediu desculpas à mulher de 71 anos que fotografou.

De acordo com documentos do escritório do procurador da cidade, “nenhum pedido de desculpas – direta ou indiretamente – foi em qualquer momento comunicada à vítima.”

Além disso, a acusação argumenta que Mather não deve ser elegível para um programa de adiamento, dada a natureza do crime.

“Ela deve enfrentar as consequências pelo seu ato cruel e criminoso”, escreveu o escritório do advogado num comunicado.