Menina arrastada por tsunami é encontrada 10 anos depois


tsunami_cars_beforeRaudhatul Jannah tinha apenas 4 anos quando ela e o irmão foram arrastados pela tsunami que atingiu sua casa na província indonésia de Aceh, na Indonésia, em 26 de dezembro de 2004. Os pais procuraram a menina por um mês. Ela foi dada por morta até que o tio materno viu uma adolescente parecida com a sobrinha um mês atrás. O reencontro aconteceu nesta quarta-feira.

— Meu marido e eu estamos muito felizes por encontrá-la — contou a mãe, Jamaliah, por telefone, de Aceh Ocidental. — É um milagre de Deus.

Raudhatul, agora com 14 anos, estava sendo criada por uma idosa no distrito de Aceh Barat Daya. A mãe diz não ter dúvidas sobre a identidade da jovem, mas que se for necessário se submeteria a exame de DNA. Sua esperança agora é de encontrar o outro filho, três anos mais velho do que Raudhatul e arrastado com ela pelas ondas.

O sismo e tsunami do Oceano Índico de 2004 foi um terremoto submarino que ocorreu às 00:58:53 UTC de 26 de dezembro de 2004, com epicentro na costa oeste de Sumatra, na Indonésia. O terremoto é conhecido pela comunidade científica como o terremoto de Sumatra-Andaman. O tsunami resultante é chamado por diversos nomes, incluindo tsunami do Oceano Índico em 2004, tsunami do sul da Ásia e tsunami da Indonésia.

O terremoto foi causado por uma subducção e desencadeou uma série de tsunamis devastadores ao longo das costas da maioria dos continentes banhados pelo Oceano Índico, matando mais de 230 000 pessoas em quatorze países diferentes e inundando comunidades costeiras com ondas de até 30 metros de altura.3 Foi um dos mais mortais desastres naturais da história. Em número de vítimas, a Indonésia foi o país mais atingido, seguida pelo Sri Lanka, Índia e Tailândia.

Com uma magnitude de entre 9,1 e 9,3, foi o terceiro maior terremoto já registrado em um sismógrafo. Este sismo teve a maior duração de falha já observada, entre 8,3 e 10 minutos. Isso fez com que o planeta inteiro vibrasse em um centímetro4 e deu origem a outros terremotos em pontos muito distantes do epicentro, como o Alasca, nos Estados Unidos.5 Seu hipocentro foi a cerca de 30 km de profundidade e o epicentro situou-se entre Simeulue e Samatra

A situação de muitos povos e países afetados em todo o mundo provocou uma resposta humanitária. Ao todo, a comunidade mundial doou mais de 14 bilhões de dólares em ajuda humanitária.

Fontes: O Globo