Mãe foi criticada por deixar a filha se casar. 22 anos depois, todos se arrependem


Em julho de 1995, um casal muito especial disse “eu aceito”. Apesar de muitos não acreditarem que eles tinham qualquer hipótese de um futuro feliz juntos e para funcionarem como um casal, Maryanne e Tommy Pilling têm desafiado as probabilidades. São um exemplo maravilhoso do amor verdadeiro que está a testar o tempo, apesar das pessoas não apoiaram a sua decisão desde o casamento.

Vinte e dois anos depois de se casarem, Maryanne e Tommy ainda estão juntos. Eles vivem ao lado da mãe de Maryanne em Essex, com a sua irmã e sua família a viver apenas algumas casas abaixo. Eles não discutem; Eles se amam incondicionalmente.

No entanto, este conto de fadas quase não se tornou realidade. Maryanne, 46, e Tommy, 59, ambos enfrentaram desafios significativos durante as suas vidas. Ambos têm síndrome de Down e têm ainda lidado com algumas pessoas rudes e más que não os entendem.

Esta história de amor começou num centro de treino local para pessoas com dificuldades em aprender. Eles namoraram, e era adorável como doce e inocente o seu relacionamento era. Maryanne amava Tommy. Mas depois de apenas 18 meses de namoro, Tommy sabia que Maryanne era a única – e pediu que ela se casasse com ele. Ele mesmo se propôs com um anel de brincar que ele comprou numa máquina de venda automática. Mas primeiro, Tommy pediu permissão à mãe de Maryanne para se casar com sua filha.

A mãe de Maryanne deu a sua benção, mas infelizmente, muitos outros não aprovaram. A irmã de Maryanne, Linda Newman, disse à PEOPLE que a sua mãe recebeu “um monte de insultos” por apoiar o casamento. Mas considerando quantos casamentos hoje terminam em divórcio, o deles é uma história de amor que resistiu aos testes de tempo e negatividade.

“O seu relacionamento é tão especial porque é puro, eles não entendem as más emoções de ódio”.

Assim, em julho de 1995, Tommy e Maryanne compartilharam uma bela cerimónia na igreja cercada por amigos e familiares cheia de amor. A mãe de Maryanne levou Tommy a uma joelharia para comprar um “anel apropriado”, disse Linda. Ela disse ao New York Post que desde qpequena, Maryanne sonhava em ter um grande casamento.

“Foi exatamente o que ela teve. Foi um dia bonito.
[adinserter block=”8”]
Quando eles andam pela rua de mãos dadas, eles fazem uma declaração, mas de uma boa maneira.

Algumas pessoas olham fixamente; pois assumem que as pessoas com síndrome de Down não se podem casar.

Mas também recebemos outras tantas mensagens adoráveis ​​de pessoas que são inspiradas pela história de ambos.

Pessoas que estão preocupadas com seus próprios filhos ou netos com síndrome de Down encontram uma esperança na história da Maryanne e do Tommy. Espero que os seus filhos também possam se apaixonar e viver felizes para sempre.”

“Eles amam-se muito um ao outro, respeitam-se e são completamente honestos”.

Maryanne falou à PEOPLE sobre o Tommy, a vida de casada e seu casamento. E em como foi um dia incrível para ela.

“Meu casamento foi o melhor dia da minha vida.Eu fiquei chocada quando Tommy propôs, mas eu não nem tive que pensar duas vezes sobre dizer sim. Tommy e eu nunca discutimos. Eu amo o meu maridomesmo muito. É o meu melhor amigo.”

Veja como a sua história de amor se desenrola e ainda uma dança especial que eles compartilharam.
[adinserter block=”8″]