Hoje vamos lhe dar alguns truques para poupar e evitar “armadilhas” das grandes superfícies comercias!


Muitos portugueses fogem a sete pés dos supermercados e percebe-se porquê: apesar de serem espaços de grande conveniência e muito úteis para quem se controla particularmente bem, esses mesmo espaço está repleto de estratégias que são direccionadas para captar o dinheiro dos visitantes e aumentar a conta final sem levantar suspeitas.

Então aqui ficam as dicas:

1-Não se deixe enganar pelas promoções – Comprar mais produtos para poupar é quase sempre uma contradição. Faça bem as contas e preste atenção às compras de ‘pague dois leve três’ e outras semelhantes.

2-Olhe bem para as prateleiras mais altas e mais baixas – As marcas pagam melhor para estar ao nível do olhar e os preços nem sempre são os melhores. Olhe para cima e para baixo e encontrará escolhas mais razoáveis.

3-Cuidado com os produtos destacados e com as embalagens elaboradas – Estas são estratégias de marketing para atrair o olhar. A maior parte destas produtos são mais caros e raramente estão em promoção.

4-Olhe para o preço por quilo, por litro ou por unidade – Mesmo que um determinado produto possa parecer mais barato, o tamanho das embalagens pode ser enganador. Veja quais são as escolhas mais baratas por kg (na comida), por litro (nos líquidos) ou por unidade (nos outros produtos).

5-Evite as compras por capricho – As pastilhas, os ‘snacks’ ou as revistas que estão perto das caixas têm preços altos e atraem o olhar enquanto espera pela sua vez de pagar. Mantenha a disciplina e poupe nestes pequenos gastos desnecessários.

6-Veja bem os corredores ‘low cost’ e os produtos perto do fim da validade – Apesar de não serem tão atraentes para o olhar, os produtos nos últimos dias de validade têm preço descontado e estão em perfeitas condições de consumo. Os produtos dos corredores ‘low cost’ são várias vezes a melhor opção, mesmo que a falta de marca conhecida possa parecer pouco confiável.