Tem o hábito de cortar a côdea do pão? Eis os motivos pelos quais deve deixar de o fazer!

Desde à muito tempo que muitas pessoas removem a côdea do seu pão de forma – ou do dos seus filhos – e ainda pior, não usam naquelas primeira e última fatias cobertas de côdea porque acham que faz mal, mas estará a fazer bem? Não, está a fazer mal, pois a côdea pode ter muitos benefícios que está a desperdiçar.

O site Spoon University destaca que um estudo alemão realizado em 2002 apontou até que a côdea do pão contém oito vezes mais antioxidantes (agentes que estão contidos nos frutos vermelhos, que por vezes são muito caros) que ajudam a combater o cancro do que a parte do miolo. O pão de centeio muito escuro (chamado pumpernickel) e o de trigo são os que têm mais antioxidantes.
[adinserter block=”8″]
Além disso, o pão é conhecido por ser rico fibra alimentar e a parte que contém mais fibra é mesmo a da côdea.

Ainda é cedo para se dizer que quantidade de pão – ou outros alimentos – é preciso comer para se prevenir o cancro, mas pelo menos sabe-se que comer alguma côdea contribui para a saúde.