Estudo revela que os homens que ajudam em casa são mais felizes

(Última atualização em 2 Dezembro, 2017)

É a conclusão de um estudo Norueguês, segundo o qual os homens que não dividem os afazeres domésticos com a mulher sofrem mais problemas psicológicos e até palpitações cardíacas.
Cum-sa-ne-impartim-sarcinile-in-casa-640x295
Pode ser a mudança em muitos lares e a conclusão de que as mulheres estavam à espera. Um estudo realizado na Norega, revela que os homens que cozinham e limpam a casa são mais felizes.
[adinserter block=”6″]
Os investigadores acompanharam a vida de 2000 pessoas ao longo de 26 anos e os homens que não dividiam os afazeres domésticos sofriam mais problemas psicológicos – como ansiedade, nervosismo e problemas de concentração – e sofriam com palpitações cardíacas.
Já os que ajudavam em casa, eram mais tranquilos, felizes e com indices de stress muito inferiores.
Por outro lado, no caso das mulheres, o estudo revela que o excesso de trabalho doméstico pode deixá-las mais vulneráveis às doenças.