Este homem matou ex-deputado do CDS e no tribunal disse algo que deixou todos de boca aberta!


(Última atualização em: 12 Janeiro, 2017)

O homem acusado de ter matado, esquartejado e enterrado o corpo do ex-deputado do CDS/PP-Madeira Carlos Morgado disse hoje algo que deixou todos boquiabertos!

Carlos Morgado disse hoje não merecer ser perdoado pelos crimes que cometeu e lamentou todo o sofrimento que causou à família da vítima.

“Não posso pedir perdão, porque não mereço ser perdoado. Só posso lamentar o sofrimento que causei à família”, declarou o arguido durante as alegações finais do julgamento deste processo, que começou a 03 de novembro de 2016, no Tribunal de Instância Central do Funchal.
[adinserter block=”8″]
O arguido, um eletricista de 34 anos, juntamente com a companheira (25 anos) foram julgados pela prática dos crimes de homicídio qualificado, por especial perversidade, roubo e profanação de cadáver do ex-deputado centrista madeirense.