Esta mulher recebe 229 euros para dormir “em conchinha”


Nos EUA qualquer pessoa faz negócio com qualquer coisa! Aliás já há quem receba dinheiro por dar abraços, dormir “em conchinha” ou outro tipo de mimos. O mais recente negócio chama-se cuddling, custa 330 dólares (229 euros) por sessão e a procura tem aumentado significativamente no Natal. Quem o diz é Lisa VanArsdale, de 27 anos. Uma das profissionais de cuddling mais desejadas de Nova Iorque.

“Eu adoro cuddling. Além disso, o dinheiro é bom”, explicou Lisa VanArsdale ao jornal New York Post.

E não, estes encontros não acabam em sexo. Trata-se apenas de troca de carinho e aconchego que, por vezes, resulta também em jantares. A maioria dos clientes são homens, entre os 40 e 60 anos, que têm problemas de afeto nas suas relações conjugais, não conseguem arranjar companhia ou simplesmente estão sozinhos no mundo, sem família. Na realidade, esta tem sido a maior razão, a solidão na época natalícia é sem dúvida a principal responsável pelo crescimento considerável do negócio nas duas últimas semanas.
[adinserter block=”8″]
“O Natal é uma altura do ano para passar com a família e, se não a tens, pode ser muito solitário”, revelou a profissional de cuddling.

Lisa VanArsdale corre sempre riscos, pois não conhece os seus clientes. Para reduzi-los, normalmente faz sempre o primeiro contacto através de uma chamada telefónica e presta atenção a todas as palavras e atitudes do cliente. Caso o homem procure algo mais do que apenas uma troca de carinho ou diga algo impróprio, o negócio não se concretiza. No entanto, apesar de ter tido alguns percalços, a norte-americana garante que a maior parte dos encontros corre bem.