Enfermeira mata 38 pacientes por serem “chatos” e tira selfies


 

No nordeste da Itália as autoridades prenderam uma enfermeira que alegadamente estava conectada com as mortes de 38 pacientes. Esta enfermeira diz que matou os seus pacientes através de injecção letal porque ela achava-os e aos seus familiares chatos.

Daniela Poggiali uma residente da cidade de Lugo de 42 anos foi levada este fim de semana pelo homicídio de Rosa Calderoni uma paciente de 78 anos que morreu devido a uma grande quantidade de potássio injectado na sua corrente sanguínea o que provocou uma paragem cardíaca. Esta senhora foi admitida no hospital para exames de rotina e a morte dela foi tal suspeita que causou uma investigação a fundo que levou à apreensão de Poggiali’s.
[adinserter block=”8″]
746464654654634a MG_8831rano

Um dos colegas de trabalho de Poggiali’s descreveu-a como “uma pessoa fria mas sempre com vontade de trabalhar”. Outro disse que ela foi repreendida antes por dar laxantes aos seus pacientes no final de seu turno o que tornava o trabalho mais difícil para as enfermeiras que trabalhavam depois.

Os investigadores descobriram pelo menos 38 casos de mortes no hospital durante o turno de Poggiali, a policia obteve fotografias no seu telemóvel com  selfies dela a sorrir e a dar Thumbs up

ao lado do recém falecido ainda na cama do hospital.

enfermeira2 enfermeira
[adinserter block=”8″]

” Eu posso assegurar que em todos os meus anos de trabalho poucas as fotos que vi  mais chocantes que estas” diz o procurador geral da justiça Alessandro Mancini.