Deu 100 dólares a um sem-abrigo… e foi surpreendido


O objectivo desta ‘experiência’, ao que parece, seria mostrar que os sem-abrigos desperdiçam as oferendas, gastam em bebidas em drogas, mas cada pessoa é único e o indivíduo que pretendia mostrar algo negativo, foi totalmente surpreendido de forma oposta.

A beleza do acto seguinte deixou o ‘repórter’ atónito, acabando por ganhar neste sem-abrigo um amigo e assumindo esta como a mais extraordinária experiência que viveu nestes vídeos que vem realizando.

Seguiram-no alguns quilómetros, durante cerca de uma hora. No final do dia levaram o sem-abrigo a jantar e colocaram-no num hotel. Quanto mais falavam, mais genuinamente lhe pareceu este sem-abrigo. Deu-lhe o contacto e disse-lhe que o contactasse sempre que necessitasse de ajuda.

Esta é somente mais uma prova de que nem todos os sem-abrigo são más pessoas e que não devemos julgar, avaliar um livro pela sua capa.