Descoberta estrutura extra terrestre!


Na semana passada, a internet era bombardeada com a notícia de um misterioso objeto em órbita de uma estrela que estaria a uma distância de 1.500 anos-luz. Com nenhum candidato óbvio para o que o objeto poderia ser, um cientista sugeriu a possibilidade de que poderia ser um objeto criado por extra terrestres.

“Extra terrestres devem ser sempre a última hipótese a ser considerada, mas isto parecia ser algo que uma população de extra terrestres pudessem construir”, Jason Wright, um astrofísico da Universidade Estadual da Pensilvânia, disse ao jornal The Atlantic. Wright que não estava diretamente envolvido no estudo, que foi publicado em Arxiv, mas teceu os comentários depois de discutir os resultados com o principal autor Tabetha Boyajian. Ele está certo, e se assim for, o que poderia ser?

Wright, desde então, esclareceu os seus comentários e disse que essa teoria é extremamente (ênfase no “extremamente”) improvável. Mas é intrigante, no entanto – se não menos importante para provocar uma discussão como o que poderá existir vida para além da terra. Afinal de contas, existem centenas de biliões de planetas na nossa galáxia. Parece duvidoso que sejamos o único planeta com vida neste universo.

A estrela em questão é KIC 8462852, uma estrela velha e cerca de 1,5 vezes maior do que o Sol.

Devido à idade da estrela, o objeto deve ser relativamente novo, ou então já teria sido consumido pela gravidade da estrela. O objecto não pode ser uma estrela, uma vez que não é emissor de luz e é redondo. Também é pouco provável que seja um planeta, devido à sua órbita irregular. Então o que é?

Existem teorias de que poderão ser detritos deixados por cometas que acabaram por se aglomerar à volta da estrela. Seria então consequentemente esperado que houvesse uma grande produção de radiação de infravermelhos, no entanto, devido à dispersão de pó em torno da estrela, é algo que ainda não foi possível observado. Isto levou Wright a sugerir uma outra teoria, ainda mais estranha – que uma civilização de extra terrestres poderia ser a causa, ou, mais especificamente, uma esfera Dyson.

Uma esfera Dyson é uma estrutura que aproveita a energia de uma estrela para ser usada por uma civilização, mais ou menos como a energia solar, mas numa escala maciça. Ela seria composta por centenas ou milhares de naves espaciais.

Estima-se que com o avançar desta civilização, que haverá uma maior exigência e mais e mais energia necessária. Alguns consideram que uma esfera de Dyson será a melhor maneira de reunir esta energia, rotulando a civilização como um tipo II na Escala de Kardashev (para referência, nós estamos em 0,73).

Com efeito, se esta fosse realmente uma esfera de Dyson, a produção de grandes quantidades de radiação de infravermelhos seria mais elevada, algo que não se verifica de momento. Os pesquisadores estão a planear usar telescópios para observarem a estrela em maior detalhe e desta forma verificarem se ela está a produzir algum sinal incomum.