Colesterol HDL, LDL e o que fazer para ter mais saúde

Muitas pessoas debatem-se com o problema do colesterol mas muitos não sabem que existe o colesterol HDL e o colesterol LDL. Um é mau mas o outro é bom.

LDL, o colesterol mau

O colesterol LDL, do inglês low density lipoprotein, na verdade não é bem um colesterol embora seja tratado dessa maneira. 

Ele é responsável por carregar as partículas de colesterol do fígado e de outros locais para as artérias. Ou seja, se anda em excesso na circulação, ela provoca uma acumulação nos vasos, o que com o passar do tempo pode resultar em enfartes e AVCs.

As taxas ideais de LDL variam de pessoa para pessoa e quando ele começa a tornar-se um problema pode ser controlado com medicação. É possivel evitar este problema com uma alimentação adequada e saudável e existem alguns alimentos em particular que o “combatem” como vamos ver mais em baixo.

HDL, o colesterol bom

O colesterol HDL, ou colesterol bom (high density lipoprotein), tem uma ação contrária ao colesterol LDL. Ele é encarregue das limpezas no nosso sangue e remove o colesterol das artérias e encaminha-o para o figado onde é devidamente tratado.

É por isso que deve tê-lo alto!

O conselho habitual é que o mantenha acima dos 40mg/dl mas não existem estudos que efetivamente comprovem que esse número em particular faz diferença.

Medicamentos para o colesterol alto

Apesar da dieta e da atividade física muitas vezes o colesterol permanece elevado, e muitas vezes são prescritos medicamentos para diminuir os níveis de LDL.

Os medicamentos de escolha para redução do LDL e aumento do HDL são as chamadas estatinas, também conhecidas como inibidores da enzima HMG-coA reductase (enzima do fígado responsável pela produção de colesterol).

As estatinas à venda nas farmácias são as seguintes:

  • Sinvastatina
  • Atorvastatina
  • Fluvastatina
  • Pravastatina
  • Rosuvastatina
  • Pitavastatina

No entanto não tente comprar esses medicamentos sem ordem do médico. Independentemente de ter ou não o colesterol alto, os alimentos que a seguir apresentamos ajudam a baixar o colesterol LDL.

Alimentos que baixam o colesterol

Não existe milagre para fazer a taxa de colesterol diminuir. Hábitos alimentares saudáveis e exercícios físicos são a chave para manter baixos os níveis do colesterol. Controlar esse índice serve para afastar o risco de enfarte e derrame cerebral, além de outras doenças como o Mal de Alzheimer.

Mesmo que você tome medicamentos de forma regular, ainda é necessário mudar os hábitos. Seguindo uma dieta adequada, um dia você poderá deixar de necessitar de remédios.

Para muitas pessoas o colesterol é uma luta constante. Se é o seu caso aqui ficam 10 alimentos que ajudam nesta luta.

Açaí

açaí ajuda ao colesterol

Apesar do alto teor de gordura, a maior parte é de gorduras monoinsaturadas (60%) e poli-insaturadas (13%). Que são benéficas e auxiliam na redução do colesterol ruim (LDL) e melhoram o HDL.

Peixes

Fontes de de ácido graxo ômega 3, um tipo de gordura boa, insaturada, encontrada nos espécimes de água fria, como salmão, atum e truta.

As gorduras insaturadas ajudam na redução dos níveis de triglicerídeos e colesterol.

Oleaginosas

Nozes e castanhas apresentam grande quantidade de antioxidantes. A arginina, também presente nesses alimentos, atua como vasodilatador e contribui para a redução do risco de desenvolvimento de doenças coronárias.

Chocolate amargo

O chocolate amargo pode fazer parte da sua dieta porque é rico em flavonoides (substâncias que diminuem o LDL).

Você pode diariamente comer até 30g do doce como sobremesa.

Aveia

A aveia possui uma fibra chamada betaglucana, que retarda o esvaziamento gástrico, promovendo maior saciedade, melhora a circulação, controla a glicemia (açúcar no sangue) e inibe a absorção de gordura (colesterol).

Azeite

É fonte de ácido oleico, bom para controlar as taxas de colesterol. Faz bem ao aparelho cardiocirculatório e para controlar o diabetes, além de reduzir a taxa glicêmica.

Vinho

vinho baixa colesterol LDL

A ingestão moderada (uma a duas doses por dia) garante a elevação de aproximadamente 12% nos níveis de HDL, colesterol bom, parecido com os resultados da prática de exercícios.

Canela

Pesquisas mostraram que as substâncias antioxidantes contidas na canela combatem o colesterol ruim. Uma colher de canela por dia é o ideal.

Soja

Ajuda a diminuir o colesterol ruim (LDL) e aumenta o colesterol bom (HDL). Além de ser grande fonte proteica de baixa caloria.

Laranja

Os flavonoides, substâncias antioxidantes presentes na laranja, diminuem os níveis de LDL (colesterol ruim), porque limitam a absorção do colesterol no intestino.

Não se esqueça que esses alimentos não substituem a sua medicação. Não deixe a medicação sem ordem do médico!

O que se deve evitar:

Derivados de leite integral, preparações à base de coco, biscoitos recheados e evitar frituras em geral. Tudo que sabemos que engorda muito!

Os alimentos fritos não influenciam diretamente no aumento de colesterol, a não ser que tenham sido produzidos com gordura de origem animal, como banha de porco e manteiga.

Preste atenção nos rótulos dos produtos

Conhecer a lista de ingredientes de um produto é fundamental para ter uma vida mais saudável. Por exemplo, a principal dica é reparar no primeiro ingrediente da lista, o que está em maior quantidade. Se tiver açúcar, sódio, gordura, como o primeiro ingrediente, é melhor evitar.

Os alimentos industrializados têm muito sal, açúcar e gordura. Por isso, acabam contribuindo para complicações como o colesterol alto.

O ideal sempre será optar pelos alimentos in natura, frescos ou com preparações caseiras.

Última dica: pratique exercícios físicos

Os exercícios também entram em ação na luta contra o colesterol elevado, pois ao suar você utiliza reservas energéticas, o que ajuda na diminuição de gordura e colesterol.

Tenha um estilo de vida saudável. Isso significa fazer exercicio regularmente e fazer uma boa alimentação.