Bancário desvia e gasta 700 mil euros


img_757x426$2015_07_27_23_20_36_474465
Negócios que correram mal e o vício do jogo terão sido os principais motivos que levaram o subgerente do Banif de Estarreja a desviar cerca de 700 mil euros das contas de vários clientes. A denúncia partiu de um dos lesados, que alertou os responsáveis da dependência bancária – estes comunicaram o caso à PJ de Aveiro. O homem de 40 anos foi despedido em dezembro do ano passado e agora detido pela Judiciária. Está indiciado pelos crimes de burla qualificada, falsificação de documento e de abuso de cartão de garantia ou de crédito. Servindo-se da confiança dos clientes, o então subgerente começou a desviar verbas avultadas – que garantia que seriam usadas para aplicações financeiras – para as suas contas. Noutras situações, conseguia mesmo usar os cartões dos clientes. A investigação da PJ de Aveiro não encontrou rasto do dinheiro e concluiu que o ex-bancário terá gasto a totalidade dos cerca de 700 mil euros que desviou.