“Acho que nos próximos cinco a dez anos viajar na Ryanair vai ser grátis” – Michael O’Leary, diretor da Ryanair

(Última atualização em 13 Agosto, 2020)

Michael O’Leary, causou furor com declarações polémicas acerca do futuro do setor aeronáutico numa conferência desse mesmo setor, onde estavam presentes outras personalidades importantes da área.

Imagine só: Faz a sua reserva online, marca o lugar que pretende no avião, entra no aeroporto, viaja durante algumas horas e no final sai numa cidade totalmente diferente, tudo isto sem pagar. Pode parecer absurdo ou até impossível, mas a verdade é que este o sonho e a ambição do presidente da maior companhia aérea low cost da Europa.

“Tenho uma visão e acho que nos próximos cinco a 10 anos, viajar na Ryanair vai ser grátis. Faremos dinheiro através da divisão das receitas do aeroporto”
, -disse Michael O’Leary.

Para o CEO da Ryanair, o futuro do setor aéreo será a gestão conjunta e divisão financeira dos lucros obtidos através dos produtos consumidos pelos passageiros nos aeroportos.

“Há muito tempo que eu vejo os aeroportos como centros comerciais. Por isso, nunca percebi porque é que nós temos de pagar taxas se estamos a transportar pessoas para centros comerciais.”,afirmou.

A ambição de Michael O’Leary poderá ser muito difícil de alcançar no prazo de cinco a 10 anos, mas em termos gerais, segue o modelo de negócio aplicado pela empresa nos seus próprios voos, numa escala superior.