14 Coisas que todos fazemos na casa de banho, mas não devíamos!


Existem alguns hábitos que muitos de nós têm na casa de banho, que não são nada higiénicos. E por isso deviam ser evitados! Vê quais são…

A casa de banho é um espaço da casa que utilizamos muito, e por isso é necessário que tenhamos bastante cuidado com a higienização e os hábitos. Maus hábitos podem trazer resultados negativos para a saúde.

Um dos erros mais comuns é usar a mesma esponja de limpeza para tudo: espelho, pia, vaso sanitário e chuveiro. O correto é usar uma esponja para cada espaço, evitando assim a contaminação.

Puxar o autoclismo com a tampa da retrete aberta

Quando a tampa está levantada na hora de puxar o autoclismo, a probabilidade de todos os germes saírem voando pelo ar da casa de banho é enorme, e eles podem ficar ali por pelo menos 2 horas, o que será muito triste para a sua escova de dente que está em cima do lavatório.

Usar toalha de rosto

Sabes aquela toalha de papel que tem na casa de banho do shopping? Pois então, por mais que seja incomum usá-las em sua casa, saiba que é o ideal. Mas como quem não tem cão caça com gato, pode usar a de tecido mesmo, mas lembre-se de trocá-la TODOS os dias ou quando ela estiver muito molhada, para evitar a proliferação das bactérias.

Dividir o sabonete com outras pessoas

A não ser aqueles que já vem com ação bactericida e desinfetante, os sabonetes em geral são para limpar a pele e não matar os germes que estão soltos por alí. Se encontrar algum resíduo no sabonete, lave-o antes de usar. E prefira sempre os líquidos.

Pegar na maçaneta da porta, depois de lavar as mãos

Nunca faças isso! Ou terá sido em vão a lavagem. Muita gente toca nos objetos da casa de banho com a mão suja e acaba contaminando, então evite passar esse mal adiante. Hoje em dia existem maçanetas inteligentes, mas na falta delas, um pedaço de papel higiénico pode ajudar.

Deixar o cesto das roupas sujas na casa de banho

Roupas na casa de banho, com o vapor do chuveiro acabam por acumular humidade, e como fungos e bactérias adoram isso, ainda mais se for quentinho e escurinho, o cesto transforma-se num hotel de cinco estrelas. O indicado é que se lave o quanto antes as roupas, principalmente as íntimas.

Deixar a escova de dentes no lavatório

Pensa bem antes de deixares a escova de dentes na bancada do lavatório, principalmente quando se puxa o autoclismo. Os germes saem voando e chegam até sua escova, o ideal é que fique sempre seca e guardada.

Tapete na banheira/chuveiro

Além de render alguns escorregões uma vez ou outra, os tapetes acumulam muitos fungos, por estarem sempre húmidos e em contato com o chão. Se não der para se livrar deles, higienize com água sanitária regularmente.
[adinserter block=”8″]
Manter janelas fechadas

Nada de deixar janelas fechadas! O vapor dos chuveiros eleva a humidade das paredes, favorecendo o bolor. A aplicação, a cada 15 dias, de uma solução de 50% de água sanitária em água eliminará as bactérias. Mantenha o banheiro ventilado e as janelas abertas sempre que possível.

Tomar muitos banhos e quentes

Existe uma camada protetora da pele chamada camada córnea, e tomar muitos banhos por dia, principalmente se a temperatura do chuveiro estiver alta, acaba retirando essa camada, deixando-a exposta para as bactérias presentes no banheiro, nos tornando mais suscetíveis a doenças. Portanto evite banhos muito quentes e não tome tantos banhos por dia.

Deixar roupa íntima na casa de banho

Não tem problema lavar os boxers ou as cuecas na casa de banho, o problema está em deixar as peças secando por alí. Lembre-se: é o local mais húmido da casa, também é onde mais se proliferam fungos e bactérias. Portanto peças íntimas devem secar em ambientes ventilados e com luz solar.

Guardar maquilhagem

Tudo bem que o espelho da casa de banho tende a ser o lugar mais prático da casa, mas guardar a maquilhagem lá pode diminuir a sua vida útil, já que é um local com bastante humidade e calor. Prefira locais secos, frescos e arejados.

Andar descalço

De acordo com um estudo publicado na ABC News, o chão da casa de banho abriga um número 200 vezes maior de bactérias do que a retrete, então a dica é não andar descalço.

Não trocar a esponja

Lavar o corpo com esponja é uma ótima opção para retirar as impurezas, mas passar muito tempo sem trocá-la é um grande erro. As esponjas vegetais devem ser usadas no máximo três vezes pois o acumular de bactérias é muito propício nesse ambiente. Já as sintéticas, embora mais resistentes, não devem ser usadas por mais de oito semanas.

Usar cortina de plástico

Chuveiro de vidro é mais aconselhado por ser fácil de limpar, porém se você usar cortina de plástico tenha cuidado redobrado. Geralmente elas não se encaixam no tamanho do chuveiro e aí o problema surge com o contato do chão e água pois acumulam-se bactéria e fungos. Se isso acontecer então o indicado é cortar e ajustá-la.